Qual a diferença entre Mídia Programática e Google AdSense?

Mídia Programática e Google AdSense

Atualmente quando os publicidades realizam buscas referentes a forma de realizar monetização de conteúdo acabou encontrando os diversas opções que já estão disponíveis no mercado. Hoje, já é possível realizar modernização de conteúdo através de links patrocinados, banner, vídeos e muitos outros formatos que podem estar te ajudando a aumentar os ganhos de forma muito interessante.

Veja também:

O que é Google Search Console? Qual é a sua Importância?

Como o SEO pode ajudar? Entenda Como Funciona!

O que é Google Alerts? Como usar essa ferramenta?

Devido existirem tantas formas de realizar a monetização de conteúdo alguns criadores de conteúdo podem acabar se confundindo. Então, é de suma importância que você venha a conhecê-las para que possa definir qual seria a melhor opção para o seu blog, site ou portal. 

Pensando nisso, trazemos algumas informações neste artigo importantes para que você consiga entender quais são as diferenças entre a mídia programada e o Google AdSense, além de elencar quais são os motivos que transformam a mídia programada em uma opção bem mais rentável para os publisher. Fique atento as informações trazidas neste artigo e entenda um pouco mais sobre formas de monetização de conteúdo utilizando a Mídia programada e o Google AdSense.

O que é o Google AdSense?

O Google AdSense é um serviços de publicidade que permite aos donos de websites realizarem inscrição no programa para realizar a exibição de anúncio em texto, imagem e recentemente, através de vídeo

O que são mídias programadas ?

As mídias programadas são uma forma automatizada de propaganda para realização de compra e venda de mídia. As mídias programadas podem ser utilizadas como forma de monetização de conteúdo pelos publisher.

1 – Quantidade de sites disponíveis

O conhecido Google AdSense, pode ser utilizado como Ad Network, onde é possível encontrar milhares de sites incluídos dentro do seu inventário. Quando uma empresa realiza a compra de espaço publicitário dentro das redes  do Google,  todos os sites que compõem o seu inventório ficaram à disposição para a realização da exibição de anúncios,  que passam a ser mostrados aos usuários de maneira mais contextualizada, tendo em vista uma avaliação feita sobre os hábitos dos usuários e também com relação ao conteúdo exibido na página que está sendo visitada pelo cliente

A mídia programada tem um alcance bem superior quando comparada ao do Google AdSense. Isso acontece devido a mídia programada trabalhar com diversas Ad Network, inclusive com o Google AdSense. Ou seja, isso significa que ao utilizar a mídia programada você terá um número bem maior de lugares para realizar a exibição dos seus conteúdos. 

Para as pessoas que são criadores de conteúdo, o uso da mídia programada pode significar ter uma gama maior de anúncio disponíveis com a possibilidade de mais segmentação e portanto maiores chances de monetização de conteúdo

2 – Segmentação e contextualização 

É do conhecimento dos produtores de conteúdo que os anúncios apresentados no Google são contextualizados, e exibidos aos usuários levando em consideração a análise feita referente aos hábitos de navegação e das buscas que já realizaram em momentos anteriores. Além disso, os anúncios que aparecem também baseando-se no conteúdo da página que está sendo visitada pelo usuário. Isso significa que,  caso você esteja acessando o blog de viagens por exemplo, os anúncios que irão aparecer serão referentes a hotéis, companhias aéreas, agências e seguradoras além de outros conteúdos relacionados aos segmentos. 

A contextualização do conteúdo que está sendo apresentada para ver os anúncios é de suma importância. A mídia programada oferece uma segmentação mais refinada e eficaz com relação a esse assunto. A mídia programada faz uso dos dados do Google e utiliza outros dados que são informados pelos clientes em potencial e também dados terciários ou dados 3rd party. A utilização de todos os recursos pela mídia programada possibilita com que os anúncios sejam bem mais eficazes ao que se refere ao processo de monetização de conteúdo.

3 – Estratégia hiperlocal 

A hiperlocalização passou a ser uma das estratégias mais utilizadas pelos anunciantes. Ela permite com que os consumidores sejam cada vez mais impactados por anúncios em lugares específicos como ruas, bairros, estabelecimentos comerciais no momento que estão os visitando. Dessa forma, é possível que o usuário abra o site durante sua pesquisa e acabe visualizando um anúncio referente a uma empresa que geograficamente encontra-se próxima dele, que tende a aumentar as chances dele clicar e proporcionar ganhos para dos publishers.  A hiper localização é uma realidade que está sendo bastante usada pelos anunciantes através da mídia programada, já no que refere-se a rede do Google ainda é bastante limitada com relação a essa tecnologia.

4 – Formatos 

Hoje em dia amiga programada vem oferecendo diversas possibilidades de formatos de anúncio. isso faz com que esses anúncios sejam mostrados em praticamente todos os sites. No caso do Google AdSense, existe uma certa limitação no número de formatos, e ainda poucas possibilidade de se realizar personalização dos anúncios. 

E caso você queira realizar o anúncio utilizando algum vídeo, certamente vai preferir realizar esse processo com a utilização da mídia programada. O Google AdSense  realiza a exibição dos anúncios distribuídos com a utilização do YouTube, já com a mídia programada o alcance se torna bem superior. A quantidade de sites presentes no inventário de exibição de vídeos da mídia programada é gigantesco, o que pode te dar a possibilidade de ganhos para publicar de forma bem ampliada de acordo com a conta segmentada. 

5 – Questões de segurança 

Outro fator que deve ser muito bem avaliado e considerado na hora de escolher uma Ad Network para se utilizar no processo de monetização de conteúdo do seu site é chamado de Brand safety. ou seja está relacionada à segurança que os anunciantes precisam estar garantido sobre o seu conteúdo ser mostrado em sites de qualidade e não em páginas de conteúdo falso que prejudiquem sua marca.

6 – Controle e facilidade 

Mesmo que os painéis da mídia programada parece você bem mais complexo do que o do Google AdSense, é crescente o número de agências e anunciantes que estão passando a se capacitar para operá-lo por possibilitarem um controle muito maior da mídia.

Utilizando a mídia programada, é possível que você realize a criação e publicação para uma campanha em cerca de minutos além de possibilitar alterar e aprimorar durante o seu andamento otimizando os investimentos relacionados a mídia.

Veja também:

O que é Brand Safety? Qual sua importância?

O‌ ‌que‌ ‌é‌ ‌RPM‌ ‌e‌ ‌CPM?‌ ‌Qual‌ ‌é‌ ‌a‌ ‌diferença‌ ‌entre‌ ‌eles?

‌O‌ ‌que‌ ‌é‌ ‌Google‌ ‌EAT?‌ Melhores ‌dicas‌ ‌para‌ ‌ter um‌ ‌alto‌

No Comments

Post A Comment

    Simule agora mesmo quanto você pode ganhar tornando-se um parceiro JoinAds