O‌ ‌que‌ ‌é‌ ‌RPM‌ ‌e‌ ‌CPM?‌ ‌Qual‌ ‌é‌ ‌a‌ ‌diferença‌ ‌entre‌ ‌eles?‌

RPM‌ ‌e‌ ‌CPM

RPM e CPM são duas siglas que somam a quantidade de inúmeras outras usanda em grande parte da mídia social e quem não entende o seu significado pode se confundir demais. Caso você trabalhe com publisher deve saber o quanto é essencial está sempre analisando o desempenho e relevância do seu website, reparando quais as suas principais métricas que são usadas para saber a receita e custos que a indicam. Se você quer entender um pouco mais a respeito, basta que leia o artigo até o final e assim conseguirá entender ao que precisa direcionar os seus olhares, adiantando um pouco, serão levados em consideração com o que você trabalha.

Veja também:

‌O‌ ‌que‌ ‌é‌ ‌Google‌ ‌EAT?‌ Melhores ‌dicas‌ ‌para‌ ‌ter um‌ ‌alto‌

Como ter um site no Google Meu Negócio? Aprenda

O que é Google Analytics? Qual a sua importância?

O que quer dizer a sigla RPM?

RPM é apenas uma sigla que tem por significado “Receita por mil” mas pode fazer referências a uma diversidade de conceitos. Mas no geral ela conta como uma métrica que vai calcular e indicar a receita total que quem trabalha com publisher vai conquistar a cada 1.000 expressões nas sessões que cria, assim como nos anúncios e pageviews de seu próprio site. Porém como a RPM (Receita a mil) é apenas uma estimativa, não será possível encontrar um valor exato que aquela pessoa pode receber.

Como calcular a RPM?

Como mencionamos aqui, o RPM é calculado através de valores da receita estimada e terá divisões de acordo com a numeração de impressões que conseguir receber, assim como suas sessões e também pageviews que devem ser multiplicados pelo número 1000. O cálculo para impressões e pageviews são diferentes, no primeiro caso são calculados as impressões por cada unidade de anúncio mas no segundo caso é levado em consideração os formatos que os anúncios têm nas páginas.

O que quer dizer a sigla CPM

Além da RPM também vai existir a CPM, tal sigla que tem por significado “Custo por mil”, as pessoas que recorrem a ele é porque buscam mensurar o desempenho de motenização. Tal mátrica vai buscar a indicação no valor de pagamento por anunciantes em cada 1000 expressões que aquele anúncio receber nos sites que passarem a ser exibidos. Canais específicos vão ser selecionados para a publicação desde que estejam dispostos a pagar valores por isso e receber mais visibilidade nos anúncios.

Como calcular a CPM

O cálculo da CPM (Custo por mil) está relacionado ao valor de custo daquela campanha e o resultado de suas divisões são multiplicados pelo valor de 1000, vamos simular uma situação para que você entenda melhor:Vamos dizer que um anunciante investiu dez mil em apenas uma campanha, e teve uma geração de dez milhões de impressões. Dessa maneira você vai multiplicar os 10,000 reais pelos 10,000,000 impressões e depois vai precisar multiplicar por 1000. O valor final será de 1,00 real.

Qual a diferença encontrada entre a RPM e a CPM? Qual tipo de publisher deve ser focado?

Depois de entender um pouco sobre a RPM e CPM você deve estar se perguntando qual a diferença entre os dois, esse é um tipo de dúvida que muitas pessoas encontram a partir desse desempenho de motenização. A principal dissemelhança encontrada é o valor final de cada uma delas, uma apresenta valores menores e outras maiores. Resumindo pode-se dizer que a RPM é uma métrica direcionada para publishers e a CPM é voltada para uma métrica de anunciantes.

O publisher tem que dar atenção a CPM?

Depois de ver que a CPM está direcionada principalmente para a métrica de anunciantes pode pensar que ela não possuí nenhum ligação com o publisher, mas saiba que ela também será de grande relevância para isso também. Porém a RPM é a melhor métrica para que suas lives semanais sejam apresentados pelas projeções de motenização. O essencial de tudo é que você fique atento com o que procura, a Receita por mil tem como objetivo sites e publisher e o Custo por mil a publicação de anúncios.

Sessões

Em uma sessão pode existir várias publicações em uma página ou transação de comércio eletrônico por exemplo. Ela é ativada a partir do momento que um usuário entra no site, além disso ela vai receber um tempo de trinta minutos e se durante esse período aquela pessoa que acessou não fizer nenhum interação ela simplesmente expirará, mas se o contrário acontece mais 30 minutos são acrescentados.O Google Analytics é quem ficará responsável por isso e dará relatórios ao site que estiver cadastrado a respeito. 

Usuários e visualizações

Os usuários e vizualizações também são fatores que devem ser levados bem em conta por quem tem sites, e também são analisados pelo Google Analytics. Ao medir a quantidade de usuários você poderá saber se está tendo conteúdo relevante para ou não. O número das visualizações que a página recebe também segue a mesma linha de raciocínio, mas ajudará também a saber quantas pessoas retornaram a aquela página. O Analytics é um programa fundamental para ajudar com esses dados e funciona de forma gratuita.

Receita total

A receita total é mais uma ferramenta que pode ajudar você a entender melhor o seu site e normalmente vai apresentar uma boa métrica e terá como influência flutuações de tráfego. Porém quando tal tráfego sofre uma variação, tal receita pode sim sofrer com diminuições, mesmo que o seu quadro de anúncios alcance mais ganhos adicionais. Sendo assim busque sempre analisá-lo para obter boas estratégias e enfim conseguir um posicionamento melhor na busca do google para as suas relevâncias.

RPM da página

As páginas de um site são avaliadas pelo RPM e buscam entender qual é o desempenho que vem sendo recebido. Diferente do CPM que consistem apenas na quantidade de valores por blocos de anúncio único como já explicamos mais acima, a RPM por página vai levar em conta as atividades que os usuários vem fazendo, vale lembrar também que ele tem uma limitação onde o que for de negativo após mudanças não são de forma alguma considerados. A sessão de anúncios do RPM continuará inalterado mesmo se algum usuário bloquear qualquer publicação, mas vale lembrar que a receita sofrerá com diminuições por cada sessão feita.

RPM de anúncios

RPM e CPM são duas siglas que somam a quantidade de inúmeras outras usanda em grande parte da mídia social e quem não entende o seu significado pode se confundir demais. Caso você trabalhe com publisher deve saber o quanto é essencial está sempre analisando o desempenho e relevância do seu website, reparando quais as suas principais métricas que são usadas para saber a receita e custos que a indicam. Se você quer entender um pouco mais a respeito, basta que leia o artigo até o final e assim conseguirá entender ao que precisa direcionar os seus olhares, adiantando um pouco, serão levados em consideração com o que você trabalha.

O que quer dizer a sigla RPM?

RPM é apenas uma sigla que tem por significado “Receita por mil” mas pode fazer referências a uma diversidade de conceitos. Mas no geral ela conta como uma métrica que vai calcular e indicar a receita total que quem trabalha com publisher vai conquistar a cada 1.000 expressões nas sessões que cria, assim como nos anúncios e pageviews de seu próprio site. Porém como a RPM (Receita a mil) é apenas uma estimativa, não será possível encontrar um valor exato que aquela pessoa pode receber.

Como calcular a RPM?

Como mencionamos aqui, o RPM é calculado através de valores da receita estimada e terá divisões de acordo com a numeração de impressões que conseguir receber, assim como suas sessões e também pageviews que devem ser multiplicados pelo número 1000. O cálculo para impressões e pageviews são diferentes, no primeiro caso são calculados as impressões por cada unidade de anúncio mas no segundo caso é levado em consideração os formatos que os anúncios têm nas páginas.

O que quer dizer a sigla CPM

Além da RPM também vai existir a CPM, tal sigla que tem por significado “Custo por mil”, as pessoas que recorrem a ele é porque buscam mensurar o desempenho de motenização. Tal mátrica vai buscar a indicação no valor de pagamento por anunciantes em cada 1000 expressões que aquele anúncio receber nos sites que passarem a ser exibidos. Canais específicos vão ser selecionados para a publicação desde que estejam dispostos a pagar valores por isso e receber mais visibilidade nos anúncios.

Como calcular a CPM

O cálculo da CPM (Custo por mil) está relacionado ao valor de custo daquela campanha e o resultado de suas divisões são multiplicados pelo valor de 1000, vamos simular uma situação para que você entenda melhor:Vamos dizer que um anunciante investiu dez mil em apenas uma campanha, e teve uma geração de dez milhões de impressões. Dessa maneira você vai multiplicar os 10,000 reais pelos 10,000,000 impressões e depois vai precisar multiplicar por 1000. O valor final será de 1,00 real.

Qual a diferença encontrada entre a RPM e a CPM? Qual tipo de publisher deve ser focado?

Depois de entender um pouco sobre a RPM e CPM você deve estar se perguntando qual a diferença entre os dois, esse é um tipo de dúvida que muitas pessoas encontram a partir desse desempenho de motenização. A principal dissemelhança encontrada é o valor final de cada uma delas, uma apresenta valores menores e outras maiores. Resumindo pode-se dizer que a RPM é uma métrica direcionada para publishers e a CPM é voltada para uma métrica de anunciantes.

O publisher tem que dar atenção a CPM?

Depois de ver que a CPM está direcionada principalmente para a métrica de anunciantes pode pensar que ela não possuí nenhum ligação com o publisher, mas saiba que ela também será de grande relevância para isso também. Porém a RPM é a melhor métrica para que suas lives semanais sejam apresentados pelas projeções de motenização. O essencial de tudo é que você fique atento com o que procura, a Receita por mil tem como objetivo sites e publisher e o Custo por mil a publicação de anúncios.

Sessões

Em uma sessão pode existir várias publicações em uma página ou transação de comércio eletrônico por exemplo. Ela é ativada a partir do momento que um usuário entra no site, além disso ela vai receber um tempo de trinta minutos e se durante esse período aquela pessoa que acessou não fizer nenhum interação ela simplesmente expirará, mas se o contrário acontece mais 30 minutos são acrescentados.O Google Analytics é quem ficará responsável por isso e dará relatórios ao site que estiver cadastrado a respeito. 

Usuários e visualizações

Os usuários e vizualizações também são fatores que devem ser levados bem em conta por quem tem sites, e também são analisados pelo Google Analytics. Ao medir a quantidade de usuários você poderá saber se está tendo conteúdo relevante para ou não. O número das visualizações que a página recebe também segue a mesma linha de raciocínio, mas ajudará também a saber quantas pessoas retornaram a aquela página. O Analytics é um programa fundamental para ajudar com esses dados e funciona de forma gratuita.

Receita total

A receita total é mais uma ferramenta que pode ajudar você a entender melhor o seu site e normalmente vai apresentar uma boa métrica e terá como influência flutuações de tráfego. Porém quando tal tráfego sofre uma variação, tal receita pode sim sofrer com diminuições, mesmo que o seu quadro de anúncios alcance mais ganhos adicionais. Sendo assim busque sempre analisá-lo para obter boas estratégias e enfim conseguir um posicionamento melhor na busca do google para as suas relevâncias.

RPM da página

As páginas de um site são avaliadas pelo RPM e buscam entender qual é o desempenho que vem sendo recebido. Diferente do CPM que consistem apenas na quantidade de valores por blocos de anúncio único como já explicamos mais acima, a RPM por página vai levar em conta as atividades que os usuários vem fazendo, vale lembrar também que ele tem uma limitação onde o que for de negativo após mudanças não são de forma alguma considerados. A sessão de anúncios do RPM continuará inalterado mesmo se algum usuário bloquear qualquer publicação, mas vale lembrar que a receita sofrerá com diminuições por cada sessão feita.

RPM de anúncios

Ainda vai existir a RPM de anúncios que mais especificamente quer dizer “Receita por mil sessões do Google AdSense”. Ele e o RPM sessões por página vão apresentar quase as mesmas funcionalidades como acabamos de falar um pouco isso porque mesmo que também sofram com bloqueios os seus anúncios não vão precisar se submeter a nenhum tipo de alteração, a única coisa que sofrerá impacto é a sua receita total que passará a ser diminuída, resumindo a métrica não vai se envolver com nenhum de seus fatores externos.

Veja também:

O que é Google Keyword Planner? Como utilizá-lo?

Plágio em artigos de sites: Como detectar?

Como usar Google AdWords? Quais são as vantagens?

No Comments

Post A Comment

    Simule agora mesmo quanto você pode ganhar tornando-se um parceiro JoinAds